A otimização dos cuidados periprocedimentais e do planejamento da alta de todos os pacientes é muito importante. Isso é especialmente importante para pacientes que recebem as Microsferas de resina SIR-Spheres Y-90, pois a maioria deles é tratada em um cenário paliativo no qual a qualidade de vida é uma consideração importante.

As recomendações clínicas a seguir foram desenvolvidas por médicos experientes no tratamento de pacientes com câncer de fígado usando as Microsferas de resina SIR-Spheres Y-90.

Profilaxia gastrointestinal para evitar inflamação e ulceração

Recomenda-se a administração de um inibidor da bomba de prótons (por exemplo, Omeprazol ou Pantoprazol) ou bloqueador H2 (ranitidina), começando uma semana antes do tratamento SIRT e continuando por quatro semanas depois do tratamento. Embora o Radiologista Intervencionista deva se certificar de que as Microsferas de resina SIR-Spheres Y-90 não entrem no trato gastrointestinal, a radiação de tumores de grande volume no lobo esquerdo do fígado sobrejacente ao estômago pode ser suficiente para irritar o estômago e causar gastrite e úlceras.

Profilaxia antináusea

Recomenda-se a administração de antieméticos (por exemplo, ondansetron ou granisetron) para evitar náuseas posteriores ao tratamento, iniciada na manhã do dia do tratamento SIRT.

Profilaxia da síndrome de pós-embolização

Febre, mal-estar e letargia podem ocorrer como resultado da radiação e efeito embólico das Microsferas de resina SIR-Spheres Y-90 sobre a vascularização do tumor. Desde que o paciente não seja diabético – e que esteroides orais não sejam contraindicados por outras razões – recomenda-se uma dose decrescente de corticosteroides orais (p. ex. metil-prednisolona ou dexametasona).

Controle da dor

A analgesia oral (por exemplo, toradol) pode ser necessária por uma semana após o tratamento para aliviar a dor causada pela radiação e efeitos embólicos das Microsferas de resina SIR-Spheres Y-90 e a dor capsular do fígado causada pelo edema no tumor.

Profilaxia com antibióticos

O uso de profilaxia empírica com antibióticos não é rotineiramente recomendada e deve ser baseado na avaliação do risco individual de infecção de cada paciente.



Now leaving sirtex.com

You are about to leave the Sirtex Web site. This link is provided to you as a service and will take you to a site maintained by a third party who is solely responsible for the content.

Please be aware that Sirtex takes no responsibility for content of these external sites, nor do we endorse, warrant or guarantee the products, services or information described or offered on other internet sites.

Click 'Continue' to proceed to the third-party Web site.

Continue

×

You are now leaving your current sirtex.com region

The Sirtex site you are linking to is intended only for healthcare practitioners and patients outside your current region. Any products discussed herein may have different approved product labeling; therefore, any information provided may not be appropriate for use in your region.

Click 'Continue' to proceed to the other Sirtex region Web site.

Continue

×